ZONAS MULTIPROPOSITO CON DESCUENTOS PUENTUALES 10%
DESCUENTOS PUNTUALES 10%

CBD para dores no joelho

CBD para dores no joelho

Entre as doenças que podem afectar o sistema músculo-esquelético, causando dor e inflamação, destacam-se os problemas que afectam os joelhos, uma das articulações mais complexas do corpo humano devido ao seu papel crucial na manutenção da postura e do movimento. A dor no joelho pode ter causas diferentes e manifestar-se de forma aguda ou crónica, causando vários graus de incapacidade pessoal e profissional e influenciando negativamente a qualidade de vida do doente.

Uma das causas mais frequentes de dores no joelho é a osteoartrite (OA), que ocorre em 4% da população e representa a décima primeira causa de incapacidade a nível mundial.

(13)

Causas mais comuns de dores no joelho

O joelho é uma articulação composta por:

  • Ossos: fémur, tíbia e rótula
  • Ligamentos: colateral medial e lateral, cruzado anterior e cruzado posterior
  • Cartilagem, incluindo o menisco
  • Líquido sinovial
  • Músculos e tendões responsáveis pelo seu movimento

Existem diferentes problemas que podem afetar os joelhos, e causar dor e inflamação. Podem ocorrer em qualquer idade, e podem estar relacionados com traumas mecânicos específicos, a presença de uma doença ou desgaste devido à passagem do tempo. O excesso de peso pode desempenhar um papel crucial no desenvolvimento de dores e problemas no joelho, assim como muitos desportos físicos e pesados ou trabalhos.

As causas mais comuns de dor no joelho podem ser:

  • Presença de osteoartrite ou artrose: estes representam os problemas crónicos mais comuns, envolvem desgaste e degeneração da cartilagem e causam dor, inchaço e rigidez
  • Lesões ligamentares (entorses): muito frequentes entre os desportistas, podem ser de diferentes graus e causar tensão, ruptura parcial ou total do ligamento
  • Lesões meniscais parciais ou totais
  • Lesões do tendão
  • Fraturas ósseas
  • Problemas musculares

Diagnóstico e tratamentos para as dores no joelho

O diagnóstico é feito por um exame físico onde são utilizadas técnicas como a artroscopia e a ressonância magnética.

De acordo com a gravidade do problema, analgésicos e anti-inflamatórios são normalmente prescritos, bem como estratégias de exercício físico compensatório e de controlo de peso, uma vez que alterações posturais devidas a problemas nos joelhos também podem levar a dores nas costas.

Nos casos mais graves, a cirurgia é necessária para curar fraturas ósseas, tendões, ligamentos e lesões meniscais.

(1-2)

Como funciona o CBD para as dores no joelho

O sistema endocanabinóide, dedicado à manutenção do equilíbrio psicofísico do nosso organismo, está presente tanto no sistema muscular como no esquelético, ao participar nos processos de recuperação de uma lesão ou fratura e também ao modular os processos inflamatórios e a sensação de dor graças à sua estreita relação com o sistema nervoso e imunitário (3).

Diferentes estudos têm observado a presença de recetores endocanabinóides CB1 e CB2 no líquido sinovial, e em pessoas que sofrem de osteoartrite ou artrite reumatóide, a presença dos principais endocanabinóides como a anandamida e o 2-AG, bem como da enzima degradante FAAH, também foi registada. (4) (5) (6)

O CBD, graças à sua atividade modulatória sobre o sistema endocanabinóide, pode aliviar a dor no joelho resultante de várias causas. Em particular, o CBD forneceria:

  • Efeito analgésico e anti-inflamatório, para aliviar problemas agudos e dores crónicas tanto de origem neuropática como reumatológica (4).
  • Efeito neuroprotetor e imunomodulador, para prevenir problemas neurológicos e processos neurodegenerativos lentos (9).
  • Efeito estimulante no metabolismo ósseo, ao facilitar a recuperação de possíveis fraturas e influenciar a produção de colagénio (7).

Estudos sobre o efeito do CBD nos animais

Numerosos estudos registaram um efeito analgésico, anti-inflamatório e neuroprotetor do CBD em modelos experimentais de osteoartrite em animais, observaram também um efeito preventivo contra possíveis danos neurológicos e consequente dor neuropática, e confirmaram a capacidade de abrandar o processo degenerativo, com doses de 5 mg/kg ou 25 mg/dia.

(7-8-9-10).

Embora a maioria dos estudos acima citados tenham utilizado a via endovenosa ou transdérmica, há um estudo realizado em cães com OA utilizando a via ingerida: os resultados mostraram melhorias significativas nos sintomas após tomar 4 mg de CBD por dia durante um mês.

(11)

Estudos sobre o efeito do CBD nos seres humanos

As provas pré-clínicas mostram os efeitos benéficos do CBD no alívio da dor e na redução da inflamação nas articulações, ao demonstrar como os tratamentos fitocanabinóides podem representar uma opção segura, eficaz e económica para o tratamento de problemas agudos ou crónicos, tais como artrite e osteoartrite do joelho.

(12-13)

Mais especificamente, foram relatadas melhorias significativas após a aplicação transdérmica do CBD sintético e está atualmente em preparação um ensaio clínico para estudar a eficácia das aplicações orais do CBD em pacientes com osteoartrite do joelho.

(14-15)

banner

Como tomar CBD para dores no joelho

Segundo estudos, é possível tomar o CBD internamente em formas inalatórias, sublingual e ingerida, bem como externamente em formas tópicas e transdérmicas, para tratar a dor no joelho.

A forma inalada, que assegura um efeito máximo e imediato, é utilizada para lidar com a dor aguda, ao utilizar o que é necessário na altura.

A forma sublingual (não regulamentada na Espanha) é utilizada para obter um efeito contínuo e estável e representa uma melhor opção em comparação com a forma ingerida (não regulamentada na Espanha). Em geral, é aconselhável começar com um óleo de CBD de baixa a média concentração (5%-10%): começar com doses mínimas e aumentar gradualmente de dois em dois dias até que os efeitos apareçam. Neste caso, é altamente recomendável procurar aconselhamento e acompanhamento por um profissional de saúde especializado.

Através da via tópica, o efeito concentra-se na área de aplicação, pelo que também é altamente recomendável utilizar óleos, cremes e pomadas ricos em CBD que podem ser aplicados 3-4 vezes por dia. Massajar suavemente toda a área do joelho até serem completamente absorvidos.

Existem também adesivos transdérmicos no mercado (incluindo joelheiras) que, além de terem um efeito direto na área de aplicação, permitem a obtenção de um efeito sistémico.Precauções: o CBD é seguro?

O CBD é uma substância muito segura mesmo se utilizada em grandes quantidades, mas é preciso ter cuidado ao tomar medicamentos ou se sofrer de problemas cardíacos ou de tensão arterial. Por este motivo, nestes casos é sempre aconselhável contatar um profissional de saúde.

Possíveis efeitos adversos

Os efeitos secundários são geralmente leves a moderados e podem incluir cansaço, sonolência, boca seca, tonturas e diminuição do apetite.

Bibliografia:

  1. https://medlineplus.gov/spanish/kneeinjuriesanddisorders.html
  2. https://medlineplus.gov/spanish/ency/article/003187.htm
  3. Donvito, G., Nass, S. R., Wilkerson, J. L., Curry, Z. A., Schurman, L. D., Kinsey, S. G., & Lichtman, A. H. (2018). The Endogenous Cannabinoid System: A Budding Source of Targets for Treating Inflammatory and Neuropathic Pain. Neuropsychopharmacology : official publication of the American College of Neuropsychopharmacology, 43(1), 52–79.
  4. Rzeczycki, P., Rasner, C., Lammlin, L., Junginger, L., Goldman, S., Bergman, R., Redding, S., Knights, A. J., Elliott, M., & Maerz, T. (2021). Cannabinoid receptor type 2 is upregulated in synovium following joint injury and mediates anti-inflammatory effects in synovial fibroblasts and macrophages. Osteoarthritis and cartilage, 29(12), 1720–1731.
  5. Richardson, D., Pearson, R. G., Kurian, N., Latif, M. L., Garle, M. J., Barrett, D. A., Kendall, D. A., Scammell, B. E., Reeve, A. J., & Chapman, V. (2008). Characterisation of the cannabinoid receptor system in synovial tissue and fluid in patients with osteoarthritis and rheumatoid arthritis. Arthritis research & therapy, 10(2), R43.
  6. Valastro, C., Campanile, D., Marinaro, M., Franchini, D., Piscitelli, F., Verde, R., Di Marzo, V., & Di Bello, A. (2017). Characterization of endocannabinoids and related acylethanolamides in the synovial fluid of dogs with osteoarthritis: a pilot study. BMC veterinary research, 13(1), 309. https://doi.org/10.1186/s12917-017-1245-7
  7. Kogan NM, Melamed E, Wasserman E, et al. Cannabidiol, a Major Non-Psychotropic Cannabis Constituent Enhances Fracture Healing and Stimulates Lysyl Hydroxylase Activity in Osteoblasts. Journal of Bone and Mineral Research : the Official Journal of the American Society for Bone and Mineral Research. 2015 Oct;30(10)
  8. Malfait, A. M., Gallily, R., Sumariwalla, P. F., Malik, A. S., Andreakos, E., Mechoulam, R., & Feldmann, M. (2000). The nonpsychoactive cannabis constituent cannabidiol is an oral anti-arthritic therapeutic in murine collagen-induced arthritis. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America, 97(17), 9561–9566.
  9. Philpott, H. T., O’Brien, M., & McDougall, J. J. (2017). Attenuation of early phase inflammation by cannabidiol prevents pain and nerve damage in rat osteoarthritis. Pain, 158(12), 2442–2451.
  10. Hammell, D. C., Zhang, L. P., Ma, F., Abshire, S. M., McIlwrath, S. L., Stinchcomb, A. L., & Westlund, K. N. (2016). Transdermal cannabidiol reduces inflammation and pain-related behaviours in a rat model of arthritis. European journal of pain (London, England), 20(6), 936–948.
  11. Gamble, L. J., Boesch, J. M., Frye, C. W., Schwark, W. S., Mann, S., Wolfe, L., Brown, H., Berthelsen, E. S., & Wakshlag, J. J. (2018). Pharmacokinetics, Safety, and Clinical Efficacy of Cannabidiol Treatment in Osteoarthritic Dogs. Frontiers in veterinary science, 5, 165
  12. Miller, R. J., & Miller, R. E. (2017). Is cannabis an effective treatment for joint pain?. Clinical and experimental rheumatology, 35 Suppl 107(5), 59–67.
  13. Vannabouathong, C., Zhu, M., Chang, Y., & Bhandari, M. (2021). Can Medical Cannabis Therapies be Cost-Effective in the Non-Surgical Management of Chronic Knee Pain?. Clinical medicine insights. Arthritis and musculoskeletal disorders, 14, 11795441211002492.
  14. Hunter, D.J., Oldfield, G., Tich, N., Messenheimer, J.A., & Sebree, T.B. (2018). Synthetic transdermal cannabidiol for the treatment of knee pain due to osteoarthritis. Osteoarthritis and Cartilage, 26.
  15. https://www.clinicaltrials.gov/ct2/show/study/NCT05020028

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CBD, o seu momento diário da natureza.
Descubra todos os nossos produtos
Ir para a loja
Cuando la tecnología y la naturaleza se unen, el resultado es BEEMINE
Tienda

Subscrever a Newsletter

usercartmagnifiercrosschevron-downplus-circle
0
    0
    O meu carrinho
    O carrinho está vazioVoltar à loja