10% de desconto na sua primeira encomenda e envio gratuito no prazo de 48h em encomendas superiores a 40 euros.
DESCONTOS ÚNICOS 10% DE DESCONTO

Óleo de CBD para dores de cabeça

Óleo de CBD para dores de cabeça

Hoje vamos descobrir como o CBD pode ser uma boa opção terapêutica para aqueles que sofrem de dores de cabeça. Graças às suas propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e relaxantes tanto a nível físico como mental, o CBD pode ser de grande ajuda não só para aliviar os sintomas associados às dores de cabeça, mas também para reduzir a sua frequência e/ou intensidade de uma forma estável e melhorar significativamente a qualidade de vida.

Tipos de dores de cabeça

A dor de cabeça é uma doença comum e complexa do sistema nervoso que afeta cronicamente 4-12%(1)(2)(3) da população mundial, enquanto que pode ocorrer episodicamente em quase qualquer pessoa ao longo da vida.

Existem vários tipos de dores de cabeça com diferentes sintomas, os mais comuns dos quais são:

Como se pode ver, tanto a sintomatologia como as causas das cefaléias e enxaquecas são bastante diferentes, o que implica uma abordagem terapêutica diferente.

Para além das duas principais, existem diferentes cefaléias relacionadas com gripes e mal-estares, tensão pré-menstrual, problemas dentários, intoxicações (também excesso de analgésicos)... (3)

Cannabis e dores de cabeça

Um estudo muito abrangente de Ethan Russo (4) sobre a história do uso da Cannabis para dores de cabeça descreve e documenta como esta planta tem sido utilizada durante séculos como tratamento sintomático de enxaquecas e cefaléias em todas as culturas, desde as islâmicas, indianas e chinesas até às gregas e romanas. Em particular, entre 1842 e 1942, fazia parte da farmacopeia ocidental, e era o tratamento mais frequentemente prescrito pelos médicos principais para tratar os sintomas da enxaqueca.

Atualmente, as recentes descobertas sobre o Sistema Endocanabinóide levaram a uma melhor compreensão dos mecanismos envolvidos nas dores de cabeça e do papel que os fitocanabinóides, em particular o CBD, podem desempenhar em cada caso específico.

Embora ainda haja muito por descobrir, está-se a levantar a hipótese de que perturbações complexas como enxaqueca, fibromialgia e síndrome do intestino irritável (caraterizadas por estados inflamatórios crónicos que causam dor e outros sintomas associados), podem ser causadas por uma deficiência do Sistema Endocanabinóide e que, por esta razão, pode-se verificar uma boa resposta ao tratamento com canabinóides (5).

Graças às descobertas científicas feitas nos últimos anos (6), foi possível estabelecer uma relação estreita entre os mecanismos que podem causar cefaléias e enxaquecas e o Sistema Endocanabinóide (ECS) em particular:

  • A estimulação dos recetores canabinóides (CB1 e CB2) e recetores vanilóides (TRPV) ativa os mecanismos anti-inflamatórios do corpo e produz um efeito analgésico.
  • O ECS modula os sistemas serotonérgico (serotonina) e dopaminérgico (dopamina), interage com os mecanismos de ação dos triptanos e vias opióides, e desempenha um papel fundamental na transmissão neuronal da dor.
  • As pessoas que sofrem de enxaquecas crónicas mostram uma redução significativa dos níveis de Anandamida e 2-AG (os principais endocanabinóides) e também um aumento significativo das enzimas FAAH (as que degradam os endocanabinóides) (7)(8).

Para saber mais sobre este sistema, visite o nosso artigo sobre o Sistema Endocannabinoide.

Estes estudos parecem confirmar a hipótese segundo a qual perturbações como as enxaquecas podem ter a sua origem numa disfunção do ECS (9), e mostram como uma terapia baseada na estimulação indireta de endocanabinóides (por inibição do FAAH) parece ser muito promissora (10) e, consequentemente, coloca a utilização do CBD numa posição fundamental.

Efeitos do CBD nas dores de cabeça

Embora ainda não existam ensaios clínicos sobre o uso de Cannabis para enxaquecas, a maioria das evidências clínicas em humanos podem ser vistas em estudos de casos individuais ou em pequenos grupos, bem como em casos anedóticos e inquéritos (6). Estes estudos mostram bons resultados no uso de THC (11), ao ser a maioria deles de auto-administração do Cannabis inalado ou o uso de drogas com o seu equivalente sintético. Graças aos atuais avanços nos estudos sobre as propriedades do CBD e a relação entre o ECS e os mecanismos de ação das enxaquecas e cefaléias, verificou-se que a utilização do Cannabidiol poderia ser muito mais eficaz.

Em particular, um estudo apresentado em 2017 no 3º Congresso da Academia Europeia de Neurologia mostrou a eficácia de uma combinação de THC e CBD em 40% dos casos estudados, enquanto outras pesquisas mais recentes demonstraram a eficácia do uso da Cannabis em diferentes doenças caraterizadas por dores crónicas, e mostraram bons resultados especialmente com o uso de produtos ricos em CBD (12).

Segundo a Dra. Peyarube, num artigo da Fundación Canna:

"A minha experiência clínica com estes pacientes está de acordo com estas descobertas e permitiu-me confirmar uma resposta muito boa ao tratamento com doses repetidas de CBD, com doses muito baixas de THC, de modo que os seus efeitos adversos são quase inexistentes, e se ocorrerem, tendem a desaparecer ao baixar as doses de THC. Após tratamento com canabinóides, a frequência dos ataques de enxaqueca tende a ser consideravelmente reduzida. Em alguns casos até observei a sua extinção, pelo menos durante o período de acompanhamento clínico".

Efeitos do CBD nas cefaléias/enxaquecas

Pudemos observar que o CBD pode ser uma ferramenta muito valiosa para tratar dores de cabeça e sintomas associados, graças às suas propriedades:

  • Anti-inflamatórias e analgésicas
  • Relaxantes a um nível físico e especialmente muscular.
  • Relaxantes a um nível mental, o que ajuda a melhorar o humor.
  • Moduladoras do ECS, o que permite aumentar indiretamente o nível dos nossos próprios endocanabinóides.

Embora as cefaléias e enxaquecas partilhem a mesma sintomatologia principal (dor de cabeça), são geralmente causadas por mecanismos diferentes e, portanto, as recomendações e rotas de administração podem variar.

Como tomar óleo de cannabis para dores de cabeça

Dosagem

É importante lembrar que o CBD é um composto natural que modula outros sistemas fisiológicos, ou seja, é "disponibilizado" conforme necessário para restaurar o equilíbrio do corpo de uma forma natural e estável. Isto significa, antes de mais, que a hipótese de uma quantidade mais elevada não corresponde a um efeito maior ou melhor.

Portanto, existe uma dose ideal para cada pessoa tomar e a forma de a conhecer é começar com uma quantidade mínima (cerca de 10 mg de CBD distribuídos em 3 doses diárias) e aumentá-la gradualmente (por exemplo cerca de 10 mg de CBD a cada 2 ou 3 dias, dependendo da resposta) até que o efeito seja notado. Uma vez encontrada a dosagem, esta permanecerá relativamente estável ao longo do tempo, uma vez que o CBD não causa tolerância (ou seja, não é necessário aumentar a dosagem ao longo do tempo para obter os mesmos efeitos).

Em qualquer caso, é sempre melhor consultar um especialista que possa te acompanhar, aconselhar sobre um produto de qualidade (uma vez que o mercado não está regulamentado na Espanha) e também conhecer o quadro de regularização legal no teu país de residência.

Rota da administração

Em cefaléias

Como vimos, as cefaléias são causadas por tensão muscular relacionada com má postura e/ou estresse emocional, pelo que o CBD poderia ser útil especialmente com administração sublingual e/ou tópica.

  • Uso tópico: aplicar na zona cervical, testa e têmporas conforme necessário ou preventivamente até 3-4 vezes por dia. Tem uma ação local e pode principalmente proporcionar alívio dos sintomas e promover o relaxamento muscular.
  • Uso sublingual (não regulamentado na Espanha): de acordo com a frequência dos episódios, utilizar 2 ou 3 vezes por dia continuamente, a fim de reduzir a sua frequência e/ou intensidade. Também pode ser utilizado a pedido para obter alívio dos sintomas no momento da necessidade, semelhante ao uso inalado.

 

Em enxaquecas

As enxaquecas, ao contrário das cefaléias, envolvem geralmente mecanismos fisiológicos mais complexos que levam a uma liberação de substâncias inflamatórias e também uma sintomatologia associada que é altamente incapacitante, pelo que o CBD poderia ser útil especialmente com administração sublingual e/ou inalatória.

  • Uso tópico: Embora neste caso não seja a melhor opção, uma vez que a causa é interna, pode proporcionar alívio em termos de relaxamento muscular e analgesia local.
  • Uso sublingual (não regulamentado na Espanha): utilizar continuamente 2 ou 3 vezes por dia para reduzir a frequência e intensidade dos episódios através de uma melhoria estável dos processos fisiológicos que conduzem a estados inflamatórios. Neste caso, a ação seria tomada diretamente sobre as causas da enxaqueca e não apenas a nível sintomatológico.
  • Uso inalado (não regulamentado na Espanha): pode proporcionar um alívio máximo e imediato tanto da dor aguda como dos sintomas associados (náuseas, hipersensibilidade), especialmente quando ocorrem de forma abrupta e particularmente intensa.

É SEGURO TOMAR?

De acordo com estudos realizados até à data, o CBD não é uma substância tóxica mesmo que administrada cronicamente ou em doses elevadas. Se quiseres saber mais, consulta o nosso artigo sobre o relatório da OMS sobre a utilização do Cannabidiol.

POSSÍVEIS EFEITOS SECUNDÁRIOS

Os efeitos adversos são geralmente leves a moderados em intensidade e incluem: cansaço, sonolência, boca seca, enjoos e diminuição do apetite.

PRECAUÇÕES SE VAIS TOMAR

Deve ser tomado especial cuidado ao combiná-lo com analgésicos, anti-inflamatórios ou hipotensos, quer o CBD seja administrado de forma sublingual ou inalada. O uso tópico, por outro lado, é seguro, uma vez que a sua ação é local e externa. Também não é apropriado para uso em mulheres grávidas ou a amamentar.

Bibliografía:

  1. Goldstein, B.. Cannabis Revealed. (2017)
  2. Cefaleas o Migrañas. Artículo del blog del Colegio Oficial de Farmacéuticos. (2017)
  3. Cefaleas. Artículo de la Organización Mundial de Salud. (2016)
  4. Russo, E.  Hemp for headache: An in-depth historical and scientific review of cannabis in migraine treatment. Journal of Cannabis Therapeutics, 1(2), 21-92. (2001)
  5. Russo EB. Clinical endocannabinoid deficiency (CECD): can this concept explain therapeutic benefits of cannabis in migraine, fibromyalgia, irritable bowel syndrome and other treatment-resistant conditions? Neuroendocrinol Lett. 2004;25:31–39. (2018)
  6. Baron, E. P. Comprehensive review of medicinal marijuana, cannabinoids, and therapeutic implications in medicine and headache: What a long strange trip it’s been…. Headache: The Journal of Head and Face Pain, 55(6), 885-916. (2015)
  7. Cupini LM, Costa C, Sarchielli P, et al. Degradation of endocannabinoids in chronic migraine and medication overuse headache. Neurobiol Dis.;30:186-189. (2008)
  8. Rossi C, Pini LA, Cupini ML, Calabresi P, Sarchielli P. Endocannabinoids in platelets of chronic migraine patients and medication-overuse headache patients: Relation with serotonin levels. Eur J Clin Pharmacol ;64:1-8. (2008)
  9. Sarchielli P, Pini LA, Coppola F, et al. Endocannabinoids in chronic migraine: CSF findings suggest a system failure. Neuropsychopharmacology;32:1384–1390. (2007)
  10. Greco, R., Demartini, C., Zanaboni, A. M., Piomelli, D., & Tassorelli, C.. Endocannabinoid System and Migraine Pain: An Update. Frontiers in neuroscience, 12, 172. (2018)
  11. Rhyne DN, Anderson SL, Gedde M, Borgelt LM. Effects of Medical Marijuana on Migraine Headache Frequency in an Adult Population. Pharmacotherapy. (2016)
  12. Baron, E.P., Lucas, P., Eades, J. et al. Patterns of medicinal cannabis use, strain analysis, and substitution effect among patients with migraine, headache, arthritis, and chronic pain in a medicinal cannabis cohort. J Headache Pain 19, 37 (2018)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CBD, o seu momento diário da natureza.
Descubra todos os nossos produtos
Ir para a loja
Quando a tecnologia e a natureza se encontram, o resultado é O Laboratório Beemine.
Tienda

Subscrever a Newsletter

usercartmagnifiercrosschevron-downplus-circle
0
    0
    O meu carrinho
    O carrinho está vazioVoltar à loja